Domingo, 16 de Dezembro de 2018

Buscar  
ELEIÇÕES 2018

Publicada em 06/08/18 às 14:13h - 27 visualizações
Zé Maranhão faz convenção com chapa incompleta

RCI FM 98


 (Foto: RCI FM 98)

O senador e pré-candidato a governador, José Maranhão, foi para a convenção do MDB, neste domingo (5), com a chapa incompleta. Ainda não foi decidido quem será o segundo candidato a senador na aliança. Confirmados apenas os nomes do vice, Bruno Roberto (PR), e de Roberto Paulino, como um dos concorrentes à vaga no Senado Federal.

Durante o evento, os integrantes da chapa investiram nas críticas aos adversários e alegarem ter seus nomes limpos no cenário político. Eles anunciaram que até o próximo sábado deverão receber ao menos mais 15 adesões às suas candidaturas.

“Vamos fazer um governo novo, porque novas são as ideias que abriram na minha cabeça. Eles dizem que sou velho, como se velho fosse desqualificativo do homem, eu sou velho mas não sou velhaco como muitos. A juventude não é uma condição apenas de idade, a juventude é uma condição moral e espiritual”, disparou Maranhão.

Perfil de José Maranhão. Começou a sua carreira política, eleito deputado estadual em 1955 pelo PTB, partido pelo qual volta a ser eleito deputado estadual por mais dois mandatos consecutivos. Em 1967, se filiou ao MDB, pelo qual voltou a ser eleito deputado estadual, ficando no cargo até 1969. Em 1982, elegeu-se deputado federal constituinte, voltando a se eleger ao cargo em 1986, na legislatura 1987 – 1991. Em 1990, voltou a concorrer a uma vaga de deputado federal, sendo eleito para o período 1991 – 1994.

Em 1994, foi eleito vice-governador na chapa de Antônio Mariz, aonde acaba assumindo o mandato em virtude da morte do titular, cerca de dez meses depois de ter assumido o mandato de governador. Em 1998 disputa a candidatura à reeleição ao governo do estado pelo PMDB e é eleito com cerca de 80% dos votos válidos.

Em 2002 renunciou ao governo do estado para candidatar-se ao senado obtendo 831.083 votos, sendo o senador mais votado da Paraíba naquela eleição. Em 2006, Maranhão disputou novamente o governo da Paraíba, desta vez contra o então governador, Cássio Cunha Lima, que foi eleito em segundo turno à reeleição, com cerca de 51% dos votos.

Após a confirmação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da cassação de Cunha Lima em 2008 pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba por uso indevido de programa social em ano eleitoral, José Maranhão foi reconduzido em 17 de fevereiro de 2009 ao Palácio da Redenção, como governador do Estado, por ser o segundo colocado nas eleições de 2006.

Governador da Paraíba pela terceira vez, Maranhão concorre novamente ao cargo de governador do estado nas eleições de 2010, buscando o seu quarto mandato, mas acaba sendo novamente derrotado no segundo turno, dessa vez pelo ex-prefeito da capital Ricardo Coutinho do PSB que obteve 53,70% dos votos válidos contra seus 46,30%.

Nas eleições de 2012, foi o candidato a prefeito de João Pessoa pelo PMDB sendo derrotado nas urnas, obtendo apenas o quarto lugar e ficando de fora do segundo turno com uma votação de 69.978 votos, representando 18,87% dos votos válidos.

Em 2014, foi indicado pelo seu partido como candidato a senador da República, cargo pelo qual se elege pela segunda vez com 647.271 votos (37,12% dos votos válidos).




Player Pop Up



(83) 9.8793-3341

Hora Certa

No Ar
Viradão 98. com Ivanildo Marinho
Promoçoes 98,5
Enquete
VOCÊ ACREDITA NO GOVERNO BOLSONARO PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS

 SIM
 NÃO

Publicidade Lateral
Clima Tempo
Estatísticas
Visitas: 302965 Usuários Online: 46


Publicidade
Parceiros



RCI FM 98,5
Copyright (c) 2018 - RCI FM 98 - Todos os direitos reservados